segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Onde se gastam os dinheiros públicos.



Se há obras que se fazem neste país e que até são necessárias, como hospitais, centros de saúde, escolas, melhorar a condição de vida de quem é mais pobre ou doente, eu entendo, apoio e até fico muito feliz. Mas todos sabemos que há muita coisa que se faz que não tem qualquer utilidade, onde muitas ficam inclusive por acabar. Aqui na minha parvónia existem algumas como em todo o lado. Obras começadas com um orçamento que no final já vai no triplo, obras que não prestam para nada nem beneficiam ninguém.. enfim um sem números de m………….. mas hoje fui ver a ultima :) uma scut como agora lhes chamam, que andou anos a ser construída, onde dizem ser a maior ( ponte) da europa,  isso não fui ainda investigar!!eu já lá passei e realmente aquilo é muito alto.
Mas o que não entendo e acho que ninguém, qual o beneficio daquilo. É uma estrada que não leva a lugar algum, ou leva mas não para lugares que se diga!! Boaaaa estava mesmo a ser preciso. Ainda se fosse uma estrada para chegar mais rápido às grandes cidades vá lá, mas não, serve algumas localidades com meia dúzia de habitantes e não passa disso. Não quero dizer que as aldeias não necessitam de estradas boas, nada disso, mas estão ali enterrados milhões de euros para passar um carro de manhã e outro à noite.




Ó Portugal, meu país que eu tanto gosto quando acabas de querer ser mais do que és ou podes?











11 comentários:

  1. Realmente não vejo utilidade nenhuma nessas coisas, pior que isso são monumentos feios e sem sentido que decidem construir!
    Oh coisa útil mesmo! lol

    Bjxxx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E por aqui tambem ha alguns.
      Enfim
      Bjxxx :)

      Eliminar
  2. É verdade, há obras que olhamos para elas e até dói. Mas quando a obra foi feita, ainda é como o outro. Como na comida, perdoa-se o mal que faz, pelo bem que sabe. Agora aqueles estudos que se pagam e a obra nunca chega a ser feita, nem sei que diga.
    Já ouvi dizer na televisão (e eu não gosto de acreditar em tudo o que se diz na televisão) que os milhões de Euros gastos em estudos para o novo aeroporto, davam para pagar três pontes Vasco da Gama.
    Se isto não é motivo para pegar nos responsáveis e enfiá-los na confrangem de um daqueles pilares da tua ponte, macacos me mordam.
    Concordo que as populações das aldeias não são portugueses de segunda. Mas enquanto se gastam milhões em obras faraónicas, ainda há muitas aldeias a reclamar por bons acessos... uma estradinha mais larga; uma pontezinha com 10 metros, para encurtar 40 Km de caminho... enfim, ninguém percebe este país. :/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Existem aldeias que ainda têm estradas de terra.
      Mas que fazer.. é gastar e gastar e o Zé pagaaaaaaaaaaaaaa

      Eliminar
  3. E tem crianças a ter escola em pavilhões pré-fabricados...

    ResponderEliminar
  4. Infelizmente, muitas vezes gastasse dinheiro em coisas que não são necessárias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso estamos assim, depois do mal feito, cortes em tudo e o que mais me custa são os cortes na saúde, que ainda hoje em pleno século 21 há pessoas que não têm medico de familia.

      Eliminar
  5. Além das estradas das vilas e cidades estarem uma miséria e não as arranjam, ainda constroem esses monos que custão milhões... É mesmo á Tuga.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É Portugal no seu melhor Gaja, o nosso país quer mostrar aquilo que não é. Por estas obras e não só estamos na m............ que estamos.

      Eliminar